fbpx

Hérnia de Disco

A Hérnia de Disco é a doença mais conhecida e temida da coluna​

Pode aparecer em qualquer região da coluna, mas é mais frequente na região lombar, seguida da região cervical.

A Doença Discal Degenerativa (DDD) pode ir desde uma desidratação inicial até um pinçamento do espaço discal devido a uma desidratação importante. Além da desidratação normalmente as discopatias estão associadas a alguma lesão do disco como Protrusões, Abaulamentos, Fissuras Anulares ou Hérnias discais.​

As Hérnias Discais podem ser subdivididas como Contidas ou Subligamentares, Extrusas ou Sequestradas e também pela presença de migração caudal ou cranial, além de poderem ser descritas em relação ao volume ocupado pelas mesmas no Canal Medular.

A maioria das hérnias de disco evolui bem com o tratamento não cirúrgico (conservador).

As únicas indicações de cirurgia de urgência para hérnias de disco são:

déficit neurológicos importantes (como a Síndrome da Cauda Equina ou perda de força nos membros)

presença de uma dor intratável (que não alivie com os tratamentos)​​

No tratamento conservador são utilizadas medicações para o alívio das dores associadas a terapia física como Fisioterapia, Acupuntura ou RPG. Pode haver uma melhora importante dos sintomas em até 6 semanas de tratamento, porém a melhora completa pode demorar alguns meses.​

Caso isso não ocorra, pode ser indicado o tratamento cirúrgico para melhorar a qualidade de vida do paciente, para que ele não conviva com uma dor moderada, grave ou incapacidade no seu dia-a-dia.